caixa de sombras

Muitas pessoas dizem-me que se os pais tivessem sido diferentes, a vida delas teria sido outra. A minha resposta é óbvia: “Claro que seria!!”.

Mas seria melhor? Seria pior? Não sabemos, nem poderemos saber.

Quando questionamos ou criticamos as acções e o amor dos nossos pais estamos a questionar a Vida que nos corre nas veias. Estamos a questionar-nos  e a criticar-nos a nós mesmos e a usar tempo dessa Vida que nos foi oferecida a pensar no impensável.

 

Quem se pergunta “Como seria se não tivessem sido eles a dar-me a vida?” talvez não esteja a ser merecedor(a) do preço que os seus pais pagaram para que vivesse.

E que preço foi esse? Não temos nada a ver com isso. Só temos que tomar a vida tal como é, tomar os pais tal como são e viver.

As questões a colocar são:

“Quem sou pela vida que me deram?”

“Quem sou por causa da mulher e do homem que me deram esta vida?”

“Que qualidades tenho porque os meus pais me deram a vida?” 

X