Desde o início do Desafio Escolher a Felicidade, tanto no blog como no grupo de Facebook, que tenho estado muito mais consciente da felicidade das pessoas à minha volta. Estou certa que também estás a experienciar o mesmo. Está a fazer com que olhe para as pessoas “mais de perto”, a prestar atenção às suas ações, aos seus sentimentos e à forma como isso se relaciona comigo. Tem sido muito interessante e tem-me dado novas perspectivas sobre isto da felicidade.

Uma das coisas que se tem destacado tem sido a forma como as pessoas se mostram insatisfeitas com a sua vida e as que se sentem menos felizes são as que mais tempo e energia gastam a queixar-se. Estou certa que tens algumas destas pessoas na tua vida também. Estão demasiado ocupadas a falar sobre como a sua vida é horrível e que não têm tempo para fazer algo sobre isso. Ou talvez prefiram queixar-se do que mudar as coisas. Qualquer que seja o caso, a solução parece muito simples. Parar de queixar-se e começar a agir.

Todos temos momentos em que nos queixamos sobre uma coisa ou outra. Por vezes fazemo-lo nas nossas cabeças, por vezes desabafamos com um amigo ou familiar. Reclamamos, mandamos para fora e isso faz-nos sentir melhor. Está certo desde que reclamar não seja apenas o que fazemos. Claro que há alturas em que reclamamos, sentimo-nos melhor e a situação resolve-se por si mesma. Mas há outras alturas em que as coisas não vão melhorar e não nos vamos sentir melhor a longo prazo se não fizermos algo.

Se não estás feliz com o teu emprego, começa a procurar por uma nova posição na tua empresa ou noutra. Se não estás feliz com o teu rendimento e não te dá meios de fazeres o que queres na vida, trabalha para uma promoção, faz formação, faz o que for necessário para começares a ganhar mais. Se estás “presa” numa relação que te faz infeliz, trabalha para a melhorar ou liberta-te dela se sentes que é a única solução. Se não estás feliz com a forma como os teus filhos se comportam, melhora as tuas capacidades parentais e trabalha com os teus filhos para que as coisas melhorem. Se não estás feliz com o teu aspeto ou como te sentes, começa a comer de forma mais saudável, sai, apanha ar fresco e exercita-te.

É na verdade maravilhoso como podemos moldar a nossa vida para melhor quando deixamos de gastar energia a reclamar e a agir, a fazer melhores escolhas.

O que fazes hoje para tornares melhor a tua vida a longo termo?

X