Hoje escrevo sobre os homens da minha Vida. Os que mais me marcaram. Houve outros, mas estes são para mim os mais importantes, sem qualquer dúvida.

Escolho o dia de a12809520_10204390819651080_1952458581228670797_nniversário do primeiro de todos, o meu Pai.

Há 71 anos nascia o meu Pai. Já não vive na Terra, mas vive em mim e nos meus 3 irmãos de forma indelével.

Hoje a minha irmã mais nova lembrou-se que somos 4 filhos e 4 netos, a 4 de março 🙂 Coincidências? Talvez.

O meu Pai era um homem bem disposto, muitas vezes para apaziguar a sua tristeza. Era também um homem generoso com quem não tinha nada. Lembro-me dos mendigos de Moscavide passarem no Cartório onde ele trabalhava pedirem ajuda. Eles sabiam que ele o fazia sempre que podia. Respeitavam-no.

Em especial desde que o meu Pai partiu que me lembro destas suas 2 características: sentido de humor e generosidade. Acho que são essas as que mais me influenciam.

O sentido de humor acompanha-me sempre. Mesmo quando entrei na sala de operações para a cesareana do meu filho eu ia a dizer piadas. Após 34 horas sem dormir e 16 horas de trabalho de parto, lá ia eu a dizer piadolas e lembrei-me dele. Pensei “sou mesmo filha do Orlando, a dizer piadas numa situação destas”. E foi assim que soube ele estava lá comigo. De um lado tinha o meu marido e do outro o meu Pai.

10898284_765610040199977_5078731770324212252_nE aqui chego ao segundo homem da minha Vida, o meu marido.

Acredito que ele foi um presente enviado pelo meu Pai. Começámos a namorar a 5 de Março, faz amanhã 5 anos. O Pai dele é apenas 8 dias mais novo que o meu Pai. Coincidências? Não me parece.

O Ricardo, meu marido, tem um requintado sentido de humor (shiuuuu! não lhe digam ou nunca mais se cala) e é o meu melhor Amigo. Sei que com ele estou sempre segura. Passaram 5 anos, passámos por algumas provações de saúde e até mudei de país atrás deste Amor. Olho para estes 5 anos e sinto-me imensamente abençoada.

12308716_935039346590378_1833707603693910881_nCom ele cheguei ao terceiro homem da minha Vida, o meu filho Daniel.

Nos seus 4 meses revela-se um menino doce, tranquilo e bem disposto (já vos disse que o sentido de humor é muito importante na minha vida?). O meu menino é o maior presente que a Vida me podia ter dado. Vivo-o com delícia a cada dia que passa.

Hoje celebro o meu Pai olhando o meu Filho e pensando que ele ia adorar conhecê-lo.

Hoje o meu Pai está de parabéns, onde quer que esteja. Sou uma mulher mais realizada que no ano passado.Sou mulher-esposa-mãe. Feliz. Celebrando a Vida.

 

 

X